ACESSO RÁPIDO

logo-menu

 

Contatos

(15) 3033.5261
(15) 97401.5919
contato@omelhorsite.com.br

 

[]
1 Step 1
Nome
Assunto
Telefone
Mensagem
0 /
Previous
Next

7 DICAS PARA UM E-COMMERCE LURATIVO
348926
post-template-default,single,single-post,postid-348926,single-format-standard,eltd-cpt-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,moose-ver-1.7, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,side_menu_slide_with_content,width_370,blog_installed,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1,vc_responsive
 

NOTÍCIA – 7 DICAS PARA COMEÇAR UM E-COMMERCE LUCRATIVO!

Montar um negócio online não é tão diferente de uma loja física, mas existem etapas a serem enfrentadas para que negócio se torne um e-commerce lucrativo.

De acordo com a E-bit, empresa especializada em comércio virtual, no primeiro trimestre do ano o comércio eletrônico no Brasil teve uma alta nominal de 1% no faturamento, em comparação com o mesmo período analisado em 2015. Entre janeiro e março de 2016, as vendas online somaram R$ 9,75 bilhões.Muitas pessoas optam por criar uma loja virtual porque acreditam ser mais simples do que manter um ponto físico. Segundo Adriano Campos, consultor do Sebrae, este é um engano comum. Ter um e-commerce é tão complexo quanto uma loja na rua.

“Ir pra uma plataforma digital traz desafios, mas também traz certa flexibilidade em relação ao local e à rotina de quem ficará a frente do negócio.”

Para Campos, o potencial de mercado na internet é muito maior e uma loja virtual pode atingir uma gama de clientes muito vasta, com consumidores de diversas localidades. Ele acredita que, no Brasil, o comércio eletrônico tende a crescer cada vez mais e que ainda há um grande espaço para o desenvolvimento deste setor.

“As novas gerações são muito digitais e todos esses jovem terão poder de consumo no futuro. Quando eles estarão mais habituados com empresas digitais, porque é um território que eles já dominam.”

1. Faça um planejamento escrito
Coloque na ponta do lápis todas as questões que envolvem um negócio.

“Dependendo do tipo de comércio, não há necessidade de uma estrutura física e isso e diminui os custos, mas é preciso planejar tudo da mesma forma”, afirma Campos.

O documento deve conter informações sobre logística, estoque, mercado potencial, tipos de produto que irão à venda, área de atuação e valores de investimento. Todo esse planejamento vai influenciar para o seu e-commerce começar a ser lucrativo.

2. Busque informações sobre as tecnologias
É importante conhecer as plataformas e tecnologias disponíveis para a atuação no meio digital e verificar qual serve melhor o seu modelo de negócio. O empreendedor pode optar por uma plataforma proprietária ou alugar uma pré-existente, mas deve conhecer como funcionam as funções de cada uma delas antes de investir.

Informações sobre as tecnologias e tendências podem diferenciar o seu e-commerce da concorrência, garantindo assim o início do negócio digital lucrativo.

3. Verifique se a sua plataforma é capaz de integrar
É crucial escolher uma plataforma com uma tecnologia que seja capaz de integrar outros sistemas, pois, para ser um e-commerce lucrativo, o diferencial de gestão do estoque e de emissões de notas fiscais é um exemplo. Caso não haja um serviço adequado para a sua ideia, avalie contratar uma empresa especializada. 

4. Defina padrões de navegação e layout
Ao se falar em e-commerce, é essencial que o empreendedor defina bem os pontos de comunicação visual do site para garantir um negócio lucrativo: quais páginas terá, como será a arquitetura de navegação, o estilo do layout, o padrão visual e de cores e a tipografia e como serão colocadas as fotos. Segundo Campos, as opções de design são inúmeras, no caso de uma loja online.

“O dono tem muita abertura para usar a criatividade de maneira mais massificada. Alguns optam até pela produção de vídeos, dá pra variar bastante.”

5. Trace um plano para começar a produzir conteúdo
Com a estrutura definida, é hora de começar a alimentá-la. Além das fotos, descrições e valores dos produtos, o empreendedor deve investir na produção de conteúdo para o e-commerce. Vale a pena apostar em fotos, banners e divulgação em redes sociais para atrair os consumidores.

6. Organize bem operação e logística
Para o serviço lucrativo funcionar de fato, é preciso saber como será a operação do negócio no dia a dia. Considere questões como o atendimento a distância, que poderá ser feito pelo telefone, e-mail ou até mesmo por Whatsapp. Não se deve esquecer das questões relacionadas ao transporte, frete e embalagem. O dono do e-commerce precisa estabelecer se haverá promoções com frete grátis, por exemplo. Ou se haverá parceria com os Correios e se os pacotes terão algum tipo de padrão. Todas essas questões precisam ser levantadas.

7. Faça o marketing digital
Um bom marketing digital e a divulgação do seu e-commerce ajudam a trazer retorno lucrativo. Delimite como será a divulgação e quais canais de comunicação serão usados.

“Com a crise, os consumidores estão com pé no freio. Eles vão pesquisar muito para ter a melhor oferta e a internet nos possibilita a pesquisa e a comparação muito rapidamente. É bom manter o marketing online bem ajustado”, diz Campos.

Fonte: Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

×
Olá, posso te ajudar? Para entrar em contato conosco clique no ícone do whatsapp abaixo.
Menu
Navegue pelo nosso site
Visite nossas redes sociais